Portal para a Cooperação na Área Económica,Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa

sdsInscreva-se gratuitamente

  Está aqui:Início > Informação Económica e Comercial > Informação sobre Investimento > Brasil
Chinesa COFCO International aumenta investimentos no Estado de Mato Grosso, Brasil
Data de publicação: 2017-12-14 00:00:00 [Grande  Pequeno]

【 Brasil 】

A empresa chinesa COFCO International vai aumentar os investimentos no Estado brasileiro de Mato Grosso, onde já opera em vários municípios, ao abrigo de um protocolo de intenções assinado segunda-feira em Cuiabá entre o presidente executivo da empresa Jingtao Chi (Johnny Chi) e o governador Pedro Taques, de acordo com um comunicado oficial.

A empresa dispõe actualmente de uma fábrica de moagem de soja em Rondonópolis, onde também tem uma fábrica de biodiesel, em Itiquira tem mais uma fábrica de moagem de soja, em que pretende duplicar o investimento já realizado, além de 13 silos de armazenagem espalhados por várias outras cidades, como em Sorriso.

O governador, depois de salientar ser a COFCO International a maior empresa da China de produção e comercialização de produtos alimentares, disse que ao abrigo do protocolo assinado o Estado de Mato Grosso compromete-se a conceder benefícios fiscais para que a empresa aumente os seus investimentos no Estado.

Johnny Chi afirmou na ocasião que, após a visita da comitiva do governo de Mato Grosso à China, decidiu aumentar os investimentos no Estado, onde já é a maior empresa de exportação de soja, dispondo de capacidade para moer 4000 toneladas de feijão por dia.

O secretário estadual de Desenvolvimento Económico, Carlos Avalone, disse que a COFCO International irá duplicar o investimento já efectuado na fábrica de moagem de Itiquira e aumentar para o dobro, de 3,5 milhões para sete milhões de toneladas, a exportação de farinha de soja para a China, “o que significa a construção de mais silos para armazenagem.”

Carlos Avalone disse ainda que a empresa chinesa vai expandir-se para outros municípios com a construção de silos e investir adicionalmente na construção de uma fábrica para produção de etanol a partir de milho. (Macauhub)


Comentários
Conteúdo do comentário:
Código de verificação:
O comentário é exclusivamente pessoal não representa a opinião deste portal.

Conteúdo da mensagem