Portal para a Cooperação na Área Económica,Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa

sdsInscreva-se gratuitamente

  Está aqui:Início > Informação Económica e Comercial > Informação sobre Investimento > Brasil
Exportações para a China impulsionam balança comercial do Brasil
Data de publicação: 2017-10-10 00:00:00 [Grande  Pequeno]

【 Brasil 】

O comércio externo do Brasil deverá encerrar o ano com um superavit acima de US$60 mil milhões, em grande parte impulsionado pelas trocas comerciais com a China. O valor do comércio com o país asiático ascendeu a US$18,2 mil milhões em Setembro, e representa cerca de 30 por cento do comércio externo global da nação sul-americana durante os primeiros nove meses do ano, anunciou a Presidência brasileira na sua página electrónica oficial.

A principal exportação do Brasil, a soja em grão, tem a China como maior comprador, tendo absorvido 78 por cento das exportações deste produto nos primeiros nove meses do ano – US$18 mil milhões dos US$23 mil milhões exportados globalmente pelo Brasil.

Além de soja, a China é também um dos principais importadores de minério de ferro, petróleo bruto e celulose do Brasil.

Por outro lado, a maioria das importações brasileiras de produtos chineses centrou-se em produtos tecnológicos, como circuitos impressos e aparelhos transmissores/receptores, entre outros, esclarece o Governo brasileiro no mesmo comunicado de imprensa.


Comentários
Conteúdo do comentário:
Código de verificação:
O comentário é exclusivamente pessoal não representa a opinião deste portal.

Conteúdo da mensagem