Portal para a Cooperação na Área Económica,Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa

sdsInscreva-se gratuitamente

  Está aqui:Início > Informação Económica e Comercial > Informação sobre Investimento > Angola
Produção de petróleo de Angola regista quebra em Novembro
Data de publicação: 2017-12-15 00:00:00 [Grande  Pequeno]

【 Angola 】

A produção de petróleo de Angola voltou a cair em Novembro, com uma quebra de 108,7 mil barris por dia de acordo com fontes secundárias, para um total de 1,581 milhões de barris por dia, revela o relatório mensal sobre o mercado petrolífero da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) relativo a Dezembro.

No mesmo período a produção da Nigéria aumentou 95,8 mil barris por dia para 1,790 milhões de barris por dia, garantindo a este país a continuação no primeiro lugar da lista de maiores produtores de petróleo em África e afastando-se progressivamente de Angola.

Tendo por base a comunicação directa a produção angolana aumenta em Novembro 6,0 mil barris por dia para 1,607 milhões de barris por dia, mas a da Nigéria subiu 151,1 mil barris por dia para 1,751 milhões de barris por dia.

Angola liderou a produção de petróleo em África desde meados de 2016 até Maio último.

No mês de Outubro Angola foi o terceiro maior fornecedor de petróleo à China, depois da Rússia e da Arábia Saudita, com as vendas sauditas a terem aumentado 4,0% em termos mensais e as russas e angolanas a terem caído 29% e 26%, respectivamente, igualmente em termos mensais.

A China importou nesse mês 7,3 milhões de barris por dia, uma quebra mensal de 19% ou 1,7 milhões de barris por dia, a maior quebra mensal desde Outubro de 2016. (Macauhub)


Comentários
Conteúdo do comentário:
Código de verificação:
O comentário é exclusivamente pessoal não representa a opinião deste portal.

Conteúdo da mensagem