Portal para a Cooperação na Área Económica,Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa

sdsInscreva-se gratuitamente

  Está aqui:Início > Informação Económica e Comercial > > Moçambique
Porto moçambicano de Nacala cresce para impulsionar comércio com a China
Data de publicação: 2017-09-14 00:00:00 [Grande  Pequeno]

【 Moçambique 】

O operador do porto marítimo de águas profundas de Nacala, em Moçambique, revelou planos para construir o maior terminal de navios cargueiros da África Austral, com capacidade para receber anualmente três milhões de toneladas de carga. O comércio com a China é uma das principais razões para esta iniciativa, admitem os responsáveis.

O projecto deverá custar US$150 millhões, incluindo a recuperação da ferrovia para o Malawi, revelou Fernando Couto, Administrador da Corredor de Desenvolvimento do Norte (CDN), a concessionária que opera o porto de Nacala e a linha ferroviária em causa. A CDN está a negociar com o Governo moçambicano e deverá em breve ir à procura de parceiros para o projecto, disse o responsável, entrevistado pelo jornal sul-africano Independent Online.

O volume de carga no porto de Nacala poderá assim aumentar das actuais 30 mil toneladas anuais para três milhões de toneladas, segundo o mesmo responsável. As estimativas apontam para o início das obras dentro de dois anos, com mais 24 meses para ficarem concluídas.

De acordo com Fernando Couto, o novo terminal irá permitir aproveitar ao máximo as oportunidades criadas pelo crescente comércio da região de Nacala com a China e a Índia.


Comentários
Conteúdo do comentário:
Código de verificação:
O comentário é exclusivamente pessoal não representa a opinião deste portal.

Conteúdo da mensagem