Portal para a Cooperação na Área Económica,Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa

sdsInscreva-se gratuitamente

  Está aqui:Início > Informação Económica e Comercial > > Guiné-Bissau
Técnicos chineses concluem prospecções geológicas para construção do porto de pesca na Guiné-Bissau
Data de publicação: 2017-11-10 00:00:00 [Grande  Pequeno]

【 Guiné-Bissau 】

Uma equipa de técnicos da China, que desde Outubro esteve a efectuar trabalhos de prospecção geológica no âmbito do projecto de construção da segunda fase do porto de pesca do Alto Bandim em Bissau, Guiné-Bissau, conclui o seu trabalho recentemente, anunciou hoje o director administrativo do porto.

Hugo Nosoline Vieira disse que a equipa chinesa, constituída por dois elementos, efectuou no total 24 furos nos solos em terra e no mar junto à referida infra-estrutura e adiantou que as amostras recolhidas serão agora enviadas para um laboratório especializado na China, uma das condições para ultimar o projecto.

Se os resultados forem positivos as obras de construção da segunda fase do porto de pesca, cujo projecto é financiado inteiramente, em forma de donativo, pela República Popular da China no valor de 26 milhões de dólares, deverão ter início em Janeiro de 2018, acrescentou aquele responsável.

O acordo para esta doação foi assinado em Agosto passado e, desde então, são já três equipas de técnicos chineses que foram enviadas por Pequim para, nomeadamente apresentar o projecto junto as autoridades da Guiné-Bissau, fazer o levantamento topográfico e prospecção geológico em terra e mar junto ao porto de pesca.

No âmbito deste projecto serão construídos uma ponte flutuante de 50 metros junto à rampa já existente, a pavimentação e construção de valas de drenagens, de um reservatório de água com capacidade de mil metros cúbicos e limpeza de detritos ao redor do tabuleiro da nova infra-estruturas, além de um sistema anti-erosão, escadas para desembarque de pescado e diques de protecção de navios.

A primeira fase da construção do porto de pesca do Alto Bandim foi financiada pelo Banco Africano de Desenvolvimento com quatro milhões de dólares e incluiu a construção de um cais, lota e edifício administrativo.

O governo espera com a materialização desta infra-estrutura que que fiquem criadas as condições para efectuar inspecções e observar os requisitos higiénicos recomendados antes do consumo interno e da exportação do pescado. (Macauhub)


Comentários
Conteúdo do comentário:
Código de verificação:
O comentário é exclusivamente pessoal não representa a opinião deste portal.

Conteúdo da mensagem