Portal para a Cooperação na Área Económica,Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa

sdsInscreva-se gratuitamente

  Está aqui:Início > Informação Económica e Comercial > > Guiné-Bissau
Guiné-Bissau aprova aumento da participação da australiana FAR Ltd em dois blocos petrolíferos
Data de publicação: 2017-08-31 00:00:00 [Grande  Pequeno]

【 Guiné-Bissau 】

O governo da Guiné-Bissau aprovou o aumento da participação accionista da australiana FAR Limited nas licenças de exploração dos blocos petrolíferos Sinapa e Esperança e prorrogou essas licenças até 25 de Novembro de 2020, informou a empresa em comunicado ao mercado.

Ao abrigo da autorização concedida, a FAR Limited aumenta a sua participação de 15% para 21,42%, alteração que reflecte o facto de a estatal Petróleos da Guiné (Petroguin) ter deixado de ter uma participação na parceria até à ocorrência de uma descoberta com valor comercial.

Caso ocorra uma descoberta desse tipo, a Petroguin assumirá uma participação de 10% e a FAR Limited e a Svenska Petroleum Exploration AB, o outro parceiro, ficarão com participações de 19,28% e 70,71%, respectivamente.

O comunicado divulgado pela FAR Limited refere ter a parceria obtido do governo um acordo mais favorável relativamente ao investimento necessário para a prospecção petrolífera em águas profundas, que incluem a redução das “royalties” a serem pagas ao Estado guineense em caso de produção.

A parceria obteve igualmente uma prorrogação de três anos para as licenças relativas àqueles dois blocos, tendo ficado obrigado a efectuar pelo menos um furo de prospecção e despender um mínimo de três milhões de dólares em cada licença.

A administração da empresa australiana afirma no comunicado ser muito provável a ocorrência de hidrocarbonetos nas águas territoriais da Guiné-Bissau, tendo anteriormente antecipado a existência de 470 milhões de barris de petróleo no bloco Atum, localizado na plataforma continental do país. (Macauhub)


Comentários
Conteúdo do comentário:
Código de verificação:
O comentário é exclusivamente pessoal não representa a opinião deste portal.

Conteúdo da mensagem